Monitoramento: entenda como essa ferramenta pode ser aplicada no transporte

 

Monitoramento é um recurso indispensável àqueles que buscam maior eficiência na gestão do transporte de cargas. O acompanhamento em tempo real da movimentação das cargas pode aumentar a produtividade, eficiência e a segurança do seu transporte.

Segurança deve ser sempre uma prioridade

Inclusive, monitorar corretamente sua carga pode ser um diferencial do serviço, seja transporte urbano ou não.

Um excelente instrumento facilitador desta tecnologia é o monitoramento veicular por meio de câmeras DVR veiculares, com monitoramento via 4G.

Desta maneira, o motorista se sentirá mais seguro, pois sabe que tudo que está acontecendo no trajeto está sendo monitorado, e esse monitoramento pode servir até de respaldo jurídico para fundamentar atos de terceiros que possam comprometer a carga, ou até viabilizar comprovantes de casos fortuitos ou força maior.

Além do motorista, o veículo e a carga serão melhor protegidos contra roubos e furtos, pois será possível tomar medidas de segurança de imediato, como acionamento de patrulhas de estrada ou serviços de resgate e localização.

Vantagens de monitorar sua carga

Monitoramento é algo que traz muitas vantagens, como os exemplos a seguir:

  • Pode ser feito em tempo real ou após a gravação de imagens para avaliar o trajeto ou qualquer outro fator;
  • Monitoramento em tempo real necessitará da instalação de um chip 4G no aparelho veicular e as imagens estarão disponíveis a qualquer hora, pelo celular ou tablet.

Perdas com acidentes e roubos ou furtos de carga trazem muito prejuízo às empresas e principalmente para contabilizar tais prejuízos.

Como a ideia do monitoramento é simplificar processos, existe a tecnologia TMS, ou Transport Management System, que significa sistema de monitoramento de transporte, que se consubstancia na integração de software entre o veículo e a empresa.

Um software de gestão integrada, além da segurança, proporciona a visão holística de toda a logística de entregas da empresa. É bem mais fácil ver todo processo acontecendo para verificar se a estratégia é, de fato, a melhor a ser adotada.

Na tecnologia TMS, é possível anexar gestão e monitoramento num mesmo software, em que até que os próprios colaboradores da empresa tenham acesso às imagens, utilizando qualquer navegador de internet.

Tecnologias complementares do monitoramento

Há produtos de monitoramento no mercado que possuem características especiais, tais como:

  1. Sensor de fadiga do condutor. Por meio de dispositivo infravermelho, o sensor pode emitir um alerta sonoro ao verificar sinais de cansaço do motorista, de modo que ele seja mais cauteloso e não arrisque sua própria vida e a integridade da carga;
  2. Aviso de colisão. Sensores de proximidade e de alinhamento com as faixas da estrada podem fazer com que uma colisão seja evitada e alertas possam ser emitidos à uma equipe de monitoramento para tomada de providências;
  3. Câmeras veiculares ainda contam com alta resolução (HD 720p ou Full HD 1080p), tecnologia IP66, ou seja, proteção contra água e poeira, visão panorâmica, um item que pode ser opcional, infravermelho e proteção contra roubos, furtos ou danos, por meio de um gabinete que prende a câmera no veículo, com sistema de travas.
  4. Esta tecnologia também poderá ser disponibilizada com gravação de áudio e sincronização.

Gostou do artigo? Acesse nosso site e entre em contato conosco para qualquer dúvida!

 

Segurança: a importância desse conceito no setor de transportes da sua empresa

 

O setor de transportes é fundamental para o funcionamento de um país, sendo capaz de impactar diretamente em seu crescimento econômico e na qualidade de vida dos indivíduos que dependem desta prática para que todas suas demandas sejam atendidas.

No entanto, quando se pensa neste cenário, é importante compreender que, mais do que simplesmente transportar cargas ou pessoas, é indispensável aumentar a segurança em torno desta prática, fornecendo soluções que a protejam e, consequentemente, assegurem as empresas que estão por trás de tais empreitadas.

Para isso, a tecnologia se tornou mais do que importante neste quesito, uma vez que sua modernização é essencial para esta gestão, o que permite que os meios de transportes continuem exercendo suas funções com qualidade e sigam acarretando benefícios para aqueles que dependem de sua disposição.

Entenda agora a importância deste conceito de segurança e descubra como os adventos tecnológicos inteligentes podem fazer a diferença para as organizações desta área.

A importância da segurança

Como dito anteriormente, a gestão é muito importante para qualquer transporte, uma vez que é ela quem garante a segurança desta logística.

Ainda assim, você pode estar se perguntando por que este fator é tão importante, não é mesmo? A resposta é simples: para garantir que o motorista, os passageiros e até mesmo as cargas de produtos não sofram com a violência da estrada.

O fato é que, atualmente, os criminosos não fazem mais qualquer tipo de diferenciação e acreditam que, tanto em transportes coletivos quanto em roubos de cargas, encontrarão itens valiosos para serem revendidos futuramente.

Assim, o Brasil se tornou um dos países mais afetados neste segmento e isso chegou a ser comprovado cientificamente. Isso porque, em 2017, o JCC Annual Cargo Forum realizou um estudo que listava os 57 países mais perigosos para os transportes. Nesta pesquisa, o país verde e amarelo ficou em oitavo lugar, destacando-se na frente de nações como, até mesmo, o Paquistão – que está constantemente em meio a guerras e outros conflitos civis.

Por este motivo, é possível conjecturar que realizar transportes no país – e ser afetado pela insegurança – pode levar a prejuízos incontáveis, seja para as empresas, que deixam de lucrar; para a saúde mental dos trabalhadores envolvidos; ou para a própria sociedade, que não usufrui dos benefícios que o transporte pode trazer.

Uso da tecnologia na segurança do transporte

Uma das formas de cuidar e gerir a segurança durante uma viagem do transporte é o uso da tecnologia. Com ela, é possível rastrear o veículo, contabilizar os pedágios, observar o caminho e ter um panorama geral de todo o trajeto.

Tendo isso em vista, essa tecnologia pode ajudar estabelecendo as melhores rotas, garantindo a estabilidade durante uma viagem, rastreando os veículos, realizando a gestão de frotas e permitindo que as organizações possam visualizar, em tempo real, onde estão seus veículos, o que é essencial para estar ciente de qualquer eventualidade.

Além disso, este monitoramento auxilia a intervir em qualquer ação criminosa, podendo prestar suporte para as equipes e, em alguns casos, acionando a polícia para um auxílio profissional.

Precisa de ajuda na segurança?

Somos uma empresa integradora de tecnologias. E oferecemos o B1Log, é um produto que garante para as empresas e pessoas a gestão total de suas frotas, grande eficiência na execução das rotas, a telemetria de veículos, boa previsibilidade de custos e ainda garante resultados, governança, unificação com estabilidade.

Promete também bastante visibilidade e grande controle dos processos da empresa. Além da obtenção de informações para uso e acesso em tempo real, por toda a sua empresa. Não fique de fora dessa, entre em contato com a gente e adquira já o seu.

POR QUE DEVO UTILIZAR CONTROLE DE PROCESSOS?

 

Se tem uma coisa que ajuda a padronizar qualquer área de nossas vidas são os processos, não é mesmo? De maneira simplificada, aliás, os processos contribuem de forma imprescindível para a padronização das atividades diárias, seja na vida, no trabalho, nos estudos, etc.

 

Tão simples assim?

Começar com exemplos tão simples e familiares assim parece até estranho, certo? Mas isso é para mostrar que os processos estão por toda parte que você é capaz de imaginar. E na área da indústria, por exemplo, quando bem implantados, eles podem gerar benefícios nos mais diferentes setores, tendo influência desde o cumprimento da legislação específica para a produção no chão da fábrica a até mesmo a qualidade do produto final que chega até as mãos de cada consumidor. Ufa, um longo caminho!

 

Viu como enquadrar processos na indústria pode ser mais eficiente do que você imaginava?

 

Confira alguns dos benefícios:

  • Redução do consumo de matéria-prima, energia, água, etc;
  • Redução dos custos de produção;
  • Cumprimento à risca de normas e regulamentações estabelecidas;
  • Conhecimento minucioso do processo de maneira global;
  • Redução da variabilidade do processo produtivo e também do produto final.

E como isso é possível?

Simples também! Por meio da utilização de inteligência e tecnologia, ou seja, softwares exclusivamente desenvolvidos e dedicados à automação e controle de qualidade de todo e qualquer processo fabril, o famoso statistical process control. Essas ferramentas de melhoria de desempenho geralmente são muito simples de utilizar e, ao mesmo tempo, entregam dados e resultados para as pessoas do chão da fábrica e até mesmo para os mais altos níveis hierárquicos.

 

E em que resulta o inverso? Ou seja, a falta de controle processual na linha de produção?

Parece óbvio demais, mas é literalmente na “perda de controle”. E você, com certeza, já viu ou ouviu falar de diversos casos drásticos que aconteceram por aí.

Quer alguns exemplos? Um achocolatado muito conhecido foi contaminado intoxicado com pH de produto de soda cáustica, suco de soja também conhecido no mercado foi contaminado com produtos químicos, cervejas adulteradas em seus compostos básicos e muitos outros acontecimentos que atingiram não apenas a saúde do consumidor, mas que também arranharam a imagem pública das marcas, o que é praticamente impossível de se reverter instantaneamente.

Fora processos judiciais de clientes e a má fama adquirida pela empresa (tudo isso, diga-se de passagem, potencializado pelas mídias), a marca que passa por esse tipo de crise ainda tem que arcar com os prejuízos infindáveis gerados pela má produção.

 

Gastos como desgaste de máquinas, perda de energia, inutilidade da força de trabalho humana e defasagem de matéria-prima são apenas alguns exemplos de investimentos que podem descer pelo ralo com o descontrole na linha de produção. Por isso, evite a todo custo que situações como essas aconteçam na sua indústria.

Decidiu levar o controle de processo para dentro da sua empresa e assumir as ações na linha de produção?

Gestão de transportes: x coisas sobre o conceito que a sua empresa precisa saber

 

Com o crescente desenvolvimento da tecnologia no mercado, vários processos empresariais se tornaram ainda mais efetivos. Contudo, é importante definir parâmetros em toda a cadeia de suprimentos, principalmente na área de monitoramento de veículos.

Sabemos como é importante atender ao pedido de um cliente, buscando meios para que o serviço ou produto seja entregue no local e prazo estimado. Para isso, é necessária uma gestão de transportes mais eficiente, a fim de prover recursos para evitar possíveis atrasos, custos adicionais e perda de insumos.

Quer saber mais? Então, leia o post até o final e conheça 3 dicas de gestão de transporte que a sua empresa precisa saber.

Principais desafios do setor de transporte

Apesar de entendermos a importância do setor de transporte entre as relações comerciais, existem alguns déficits rotineiramente comuns que precisam ser corrigidos, já que o objetivo é gerar maior competitividade frente aos concorrentes. Veja, a seguir:

1. Disponibilidade de modais deficiente

Por conta da falta de investimentos nos modais de transporte, o envio de mercadorias geralmente ocorre por meio do rodoviário.

Assim, estima-se que 60% das demandas totais sejam feitas por essa modalidade e, como consequência, surgem algumas dificuldades, como prazos maiores para entrega e aumento do frete.

2. Restrição da circulação de veículos nos centros urbanos

Empresas também precisam estar atentas quanto ao conhecimento da região onde os possíveis clientes estão situados, observando a particularidade de cada local.

Essa análise evita certos imprevistos, como a restrição de circulação de determinado veículo no local em horários estabelecidos.

3. Risco de roubos e furtos

Segundo o Governo do Estado de São Paulo, por exemplo, houve um aumento considerável de 23% no primeiro semestre de 2019. O problema gira em torno de produtos mais visados, como:

  • Itens tecnológicos, como celulares e computadores, por exemplo;
  • Alimentos;
  • Bebidas;
  • Cigarros.

3 dicas para realizar uma gestão de transporte mais eficiente

Apesar dos desafios encontrados na gestão de transportes, é possível antecipar-se de possíveis problemas e obter resultados ainda melhores. Veja, a seguir:

1. Faça o controle dos custos

Referindo-se à gestão de transportes, é fundamental ter um controle geral dos custos, principalmente em serviços gastos com frete, que é um dos maiores dispêndios de um negócio.

Dessa forma, é necessário o acompanhamento de tabela de preços, analisar estimativas de custos e realizar comparação ao histórico de envios. Assim, é possível prever e monitorar melhor os gastos.

2. Realize previsões de demanda

Analisar de forma preventiva a situação de demanda evita a indisponibilidade de veículos, não comprometendo a entrega do produto.

3. Invista em tecnologia

Em muitos casos, a tecnologia pode ser o gargalo na operação, na otimização de custos e para a geração de competitividade em sua área de atuação no mercado. Por isso, a PWIT garante mais controle da empresa com o software B1LOG. Essa ferramenta possibilita diversos serviços, como por exemplo:

  • Gerenciamento de frota;
  • Telemetria de veículos;
  • Previsibilidade de custos a garantia de resultados;
  • Governança;
  • Unificação com estabilidade;
  • Maior controle dos processos da empresa;
  • Fiscalização em tempo real.

Conclusão

Conforme descrito acima, vimos como o sistema de gestão de transporte pode afetar negativamente o rendimento da empresa no mercado. Assim, é necessário pôr em prática medidas preventivas e efetivas para uma melhor gestão de transporte com o uso da tecnologia.

Agora que você já sabe como otimizar processos e garantir resultados promissores, acesse o nosso site e conheça os nossos serviços para a sua gestão de transporte.

Portrait of delivery driver in the car

Gestão de transporte: por que investir em um sistema que ajude nesse processo?

 

Atualmente, as empresas que atuam com a gestão de transporte podem contar com a mais alta tecnologia para colocar todas as suas operações nos eixos, como:

– Inteligência Artificial;

– Realidade aumentada;

– Monitoramento em tempo real.

E contar com uma solução inteligente, por meio de tecnologias integradas, é um investimento certeiro para obter êxito nessa área estratégica, que envolve, além de tudo, alta complexidade e necessidade de organização.

Com a adoção de um sistema, é possível controlar toda a operação, por meio da compilação de dados e acompanhamento dos resultados, aumentando a produtividade e ganhando eficiência.

Então, neste artigo, vamos abordar a importância em dispor de um sistema inteligente de gestão de transporte para o seu negócio.

Simplificação e melhoria na gestão de frotas

Tendo em vista que o serviço de transporte representa a maior parte do custo logístico em uma empresa, é fundamental que haja um controle sólido no que concerne à identificação e otimização das demandas, como na manutenção da frota, tabelas de frete, monitoramento de cargas, entre outros aspectos.

Sendo assim, uma ferramenta de gestão eficiente deve otimizar os custos, prevendo a necessidade iminente de manutenções mecânicas e elétricas de cada veículo, por exemplo, evitando prejuízos no serviço de transporte.

Ademais, deve facilitar a operação como um todo por meio da integração de processos, como cadastro de ativos, estoque e ordem de serviço. Isso favorece o uso racional dos ativos e a tomada rápida de decisões relevantes.

Portanto, essa ferramenta atua no gerenciamento de todos os gastos inerentes à área de transportes, com o objetivo de operar a custo mínimo, ao mesmo tempo em que simplifica e controla a qualidade dos serviços internos e externos.

Como consequência, a empresa passa a aperfeiçoar sua dinâmica e, então, ofertar um serviço mais acessível, atraindo mais clientes.

Governança e eficiência dos processos

Identificar os pontos fortes e fracos da sua operação permite que sejam implementadas as melhorias necessárias nos processos logísticos. E isso é possível por meio do monitoramento de resultados, ampliando a sua visibilidade sobre os serviços ponta a ponta e agilidade na tomada de decisões.

Dessa forma, sustentam-se os pilares da logística empresarial, que envolvem as metas, o planejamento estratégico, a otimização dos níveis de estoque, os controles de custos, inventário e frota, além do monitoramento de cargas. Portanto, contar com um sistema de governança eficiente vai ao encontro de um crescimento orgânico e estruturado da empresa.

Tecnologia de ponta

Conferindo diversos benefícios, a automatização de processos é uma das principais formas de alavancar o andamento de uma operação, e no caso da gestão de transporte, que envolve procedimentos com um alto nível de detalhamento e organização, se torna ainda mais essencial.

Com a alta tecnologia e inovação, como o IoT (Internet das Coisas), é possível obter informações e acompanhar toda a operação em tempo real, favorecendo a tomada rápida de decisões e assertividade nas escolhas. Além disso, a conectividade disponível em um sistema inteligente permite que a equipe se mantenha informada e atualizada 24/7.

Por isso, investir em uma ferramenta apropriada de gestão de transportes representa ganhos em várias vertentes, seja nos setores comercial, operacional e administrativo, proporcionando uma padronização dos processos e operações logísticas, e impactando significativamente na saúde financeira e desenvolvimento da empresa.

Está precisando de um sistema inteligente e economicamente acessível para alavancar seu negócio? Fale com um dos consultores da PWIT, que irá indicar a solução ideal para a sua empresa

5 tecnologias que estão sendo utilizadas no transporte de cargas

O futuro da logística está pautado nas tecnologias usadas no transporte de cargas, principalmente por frotas de caminhões, visto que a modalidade rodoviária é a mais usada no país. Nada mais justo do que implementar tecnologias nesse segmento, a fim de melhorar os processos trazendo agilidade, qualidade e segurança.

Nessa perspectiva, o uso dessas ferramentas dá o poder de monitorar cada atividade e intercorrência durante o trajeto, tornando a qualidade das entregas ainda maior. Proporcionando, dessa forma, melhor atendimento ao cliente e desempenho para a transportadora.

Saiba mais sobre o uso da tecnologia em transporte de cargas e como funciona cada ferramenta.

Roteirizador

O papel do roteirizador de carga é auxiliar na hora de elaborar o planejamento da operação de transportes, além da melhor distribuição das cargas. Trata-se de um software que indica de forma inteligente qual o melhor roteiro de entrega, com base, principalmente, em cálculos de quilometragem. Com ele você evita perda de tempo e dinheiro em entregas mal planejadas.

A tecnologia entra em ação estabelecendo um roteiro que colabora para a menor quilometragem em menor tempo. Além disso, os relatórios gerados por esse sistema colaboram para melhorar ainda mais o roteiro, com base na produtividade adquirida.

Rastreador

Também chamado de isca, o sistema de rastreamento é uma tecnologia presente quando o assunto é segurança. Para isso, usa tecnologia de transmissão via satélite GSM/GPRS e radiofrequência 24 horas por dia.

São modelos que podem mudar conforme o tipo de carga e por meio dessa tecnologia, a sua empresa pode garantir que a rota estipulada será seguida, além de colaborar para segurança do motorista e da carga.

Telemetria

A telemetria veicular tem a função de fornecer informações importantes sobre o desempenho do veículo e motorista monitorados, isso ocorre por meio de sensores instalados no veículo, como uma edição remota. Há os formatos analógico e digital, sendo o segundo apenas disponível para modelos a partir de 2009.

Como uma medição aliada ao rastreamento, a sua empresa consegue coletar dados como distância percorrida, velocidade, freadas bruscas, além de consumo de combustível, entre outros. Assim é uma forma para seu gestor monitorar a qualidade da entrega, considerando todo o trajeto e performance do veículo.

Monitoramento

Agora, falando sobre o monitoramento de outras perspectivas, você tem a viabilidade de utilizar o celular, em forma de aplicativos. A solução faz o monitoramento em tempo real com uso de 4G, controlado por DVR exclusivo para veículos, trazendo para a empresa informações atuais.

Ambos, seu cliente e sua empresa, podem usar esse sistema, que permite assinatura digital e foto no momento da entrega, garantindo o sucesso da transação. Pode ser um grande diferencial em seus serviços.

Sistema TMS

A sigla nada mais é do que Sistema de Gerenciamento de Transportes, traduzido para o português, que é um software em formato de aplicativo que ajuda a organizar desde a gestão ao monitoramento. O software é voltado especificamente para operações de transporte de cargas.

O sistema serve para cuidar da gestão, do processo envolvido nas empresas de logística de cargas. Tornando possível administrar dados como valores de entregas, até emissão de documentação legal, cotação, ordens de coleta, enfim, além de receber dados como ocorrências nos transportes recebidos por rastreadores ou aplicativos.

Coletar tais informações pode contribuir para a organização interna, a fim de implementar processos que tenham maior sucesso, por meio de análises estratégicas de dados coletados por tais tecnologias.

Na visão de que o mercado de entrega de mercadorias cresce a cada dia, implementar essas ferramentas tem o poder de transformar a sua empresa em mais eficiente, além de trazer diferenciais para seus clientes. O impacto disso ocorre em diversas proporções, sendo crescimento para sua organização e até melhoria na economia do país, considerando a importância desse setor.

Quer saber mais sobre soluções tecnológicas? Entre em contato conosco!

Pre Owned Trucks For Sale

4 erros que você não pode cometer na gestão de frotas da sua empresa

 

Você sabe que precisa ter uma frota de veículos na sua empresa, mas não sabe como fazer para implantar uma gestão eficiente? Confira, aqui, os 4 erros que você jamais pode ter quando se trata da gestão de frotas da sua empresa.

1. Não fazer uma gestão de rotas

Para aumentar a eficiência das rotas de sua empresa, é preciso pensar em itens básicos como as restrições dos clientes, identificação dos pedágios e de outras taxas de viagem.

Ademais, há vários programas que facilitam a análise em tempo real das condições de trânsito nos lugares que o motorista irá viajar. Sistemas de monitoramento também são essenciais, pois trazem alertas em relação a todos os detalhes da viagem, como as paradas e a entrega de produtos.

Como nem tudo acontece como o planejado, vale instalar a função de relatórios nos sistemas, para que eventuais falhas na otimização de rotas sejam corrigidas.

2. Não trabalhar com nenhum software de gestão

Um software de gestão ajuda a dar informações sobre os veículos da frota, assim como oferece outros dados ao gestor.

Com um software, há a possibilidade de realizar emissão de Notas Fiscais Eletrônicas. Você poderá emitir várias notas como a CT-e, MDF-e, NF-e e NFS-e de maneira descomplicada.

Outra funcionalidade é a presença do Módulo TMS, que identifica e controla cada operação realizada pelo transporte. O módulo WMS, por sua vez, cuida dos serviços específicos dos armazéns, a exemplo das entradas e saídas dos produtos, controle de estoque e de logística e de distribuição.

O seu software também pode oferecer a função de módulo financeiro, que basicamente te ajuda em:

– Tarefas como emitir boletos pelo sistema;

– Gerenciar pagamentos aos motoristas;

– Chegada de fretes e controle de inadimplências.

Além disso, os softwares permitem o intercâmbio de dados entre a transportadora e seus clientes e podem fazer cadastros automáticos, o que acelera o processo de novos contratos.

3. Não possuir uma boa política de frotas

A política de frotas é muito importante, porque é ela que anuncia como os condutores devem exercer seu trabalho de acordo com as expectativas da empresa.

Por exemplo, na questão dos combustíveis, deve constar:

– Forma de abastecimento;

– Postos credenciados;

– Formas de pagamento;

– Quais combustíveis devem ser usados;

Sobre os veículos, deve haver informações sobre:

– Compra;

– Modelo utilizado: marca, cor e opcionais;

– Quem é o responsável pela compra;

– Como se faz o cadastro dos veículos e dos condutores;

– Onde devem ser guardados quando não estão em uso;

– E assim sucessivamente.

Você também deve se atentar a estipular regras da utilização de veículos, como o uso deles durante o horário de trabalho e fora do expediente, medidas que podem ser tomadas no caso de infrações dos motoristas, quais colaboradores estão aptos a dirigir os veículos comerciais, assim como orientar o motorista sobre normas de manutenção do veículo.

4. Não aprimorar a capacidade de seus motoristas

Motoristas da empresa devem ser a prioridade de todas as suas estratégias, pois não adianta fazer políticas de gestão de frotas e não os orientar a fazer os serviços deles corretamente.

Para implementar os cursos certos a eles, é necessário fazer um mapeamento de necessidades de aprimoramento. Estes dados devem ser obtidos por meio de relatórios, verificação de licença e interpretações de KPIs da sua organização.

Além desta análise, é necessário achar o formato correto para elaborar os treinamentos. Podem ser oferecidos cursos online, assim como sessões de treinamento em grupo sob medida e de treinamento com grupos de risco. Para definir, faça uma avaliação entre os custos e as necessidades.

Bom, você já conhece a PWIT? Ela é uma empresa de tecnologia focada em trazer soluções inteligentes para a gestão de transporte, por meio do uso de tecnologias como Inteligência Artificial e o monitoramento em tempo real. Entre em nosso site e conheça os nossos serviços!

A transformação digital como aliada nos processos logísticos das empresas

Em meio ao fluxo de inovações tecnológicas que surgem constantemente no mundo, não dá para discordar que estamos vivendo em uma era completamente digital. O futuro já chegou e está impactando diversas áreas da nossa vida, inclusive a profissional. Essa transformação digital tem uma grande influência dentro das empresas, principalmente na logística. A automação dos processos produtivos é uma realidade que, cada vez mais, invade as organizações ao redor do mundo.

Alguns dos benefícios que a tecnologia proporciona para que as empresas tenham bons resultados com mais agilidade são:
– Aumento da produtividade;
– Redução de custos;
– Segurança nos resultados.

O século XXI está abrindo portas para novas possibilidades e esses sistemas inteligentes estão modificando os processos de muitas empresas. A integração dos setores é um desafio, mas com o planejamento certo, é possível traçar um plano de ação bastante eficiente para a logística.

O que é transformação digital?
A transformação digital é processo de integração dos procedimentos da empresa e a tecnologia. Com os avanços tecnológicos, o mundo corporativo precisou se adaptar às novas demandas e encontrar maneiras de acompanhar as mudanças na sociedade.

Um novo mercado surgiu, assim como novos perfis de consumidores mais exigentes e questionadores. A cultura organizacional da empresa também precisou se reinventar para combater a forte concorrência e modelos tradicionais.

Entre suas aplicações na área de logística, podemos citar:
– Inteligência Artificial (IA);
– Ciência de dados;
– Softwares e aplicativos para organização;
– Sistemas operacionais de integração das atividades;
– Entre outros.

Por que a transformação digital é importante para a minha empresa?
O principal objetivo da transformação digital nas empresas é otimizar processos para que as equipes sejam mais produtivas de maneira organizada.

Hoje em dia, as pessoas buscam por empresas que ofereçam mais do que apenas um produto ou serviço de qualidade. A experiência de compra é extremamente valorizada, por isso é importante ter estratégias eficientes para que o seu negócio se destaque.

É realizando a transformação digital da logística na sua empresa que é possível modernizar o processo de produção, diminuir os erros e retrabalhos, investir em um ótimo custo-benefício, aumentar a eficiência da equipe, integrar os setores e manter-se sempre à frente da concorrência.

Como a transformação digital impacta os processos das empresas?
Um dos principais impactos tecnológicos nas organizações é a integração das equipes e dos setores. Uma gestão em sintonia consegue apresentar resultados mais satisfatórios, já que o compartilhamento de informações, por meio de sistemas operacionais, facilita o aprimoramento das equipes.

A tecnologia também simplifica a gestão dos processos. A partir da automação, é possível ter bons resultados sem grandes esforços e em um período curto. Assim, os gestores conseguem manter o foco em outros detalhes do negócio.
Outra aplicação diz respeito aos transportes. As ferramentas tecnológicas conseguem monitorar em tempo real os veículos de transportadoras, verificando suas condições e desempenho.

O monitoramento em tempo real também pode ser utilizado para gestão do estoque. Esses sistemas operacionais ajudam a controlar as entradas, saídas e localização dos itens, por exemplo.
Para incluir a transformação digital na sua empresa com êxito, é preciso ter um bom planejamento e analisar o mercado, investindo naquilo que faz sentido para o que o seu negócio necessita.

Gostou de saber como a transformação digital impacta os processos logísticos de uma empresa? Então, entre em contato conosco para conhecer nossos serviços.

A importância da roteirização para o transporte de carga das empresas

 

Quanto mais o setor de transportes se aprimora por meio de tecnologias inovadoras e mudanças na metodologia de trabalho, melhor é para a economia como um todo. Afinal, esse é um dos setores mais importantes, já que representa a conexão entre fabricantes e consumidores.
Por esse motivo, a operação logística deve ser otimizada por meio de sistemas que realizam desde a emissão de documentos fiscais até a roteirização do trajeto de entrega. Para conhecer mais sobre esse tipo de ferramenta, confira o nosso post.

O que é um sistema de roteirização?
Essa ferramenta foi desenvolvida com o intuito de traçar o trajeto mais eficiente para concluir tanto coletas como entregas de mercadorias. O objetivo é aperfeiçoar a prestação dos serviços de frete com um sistema que gera:
• A rota mais curta;
• A rota mais econômica em termos de consumo de combustível;
• Rotas alternativas para evitar tráfego e engarrafamentos.

Atualmente, a ampla disponibilidade de empresas desenvolvedoras de software atuando no mercado garante que até mesmo pequenos empreendimentos possam contar com essa tecnologia.
Portanto, é importante substituir o mapeamento manual que, muitas vezes, está sujeito a erros e não resulta na rota ideal.

Qual é a importância da roteirização das entregas?
Uma das atividades mais importantes da gestão de frotas é garantir que os veículos são utilizados de forma racional. Esse é um recurso essencial para as transportadoras e, por isso, devem ser utilizados para extrair o máximo da sua capacidade.

Aumenta a produtividade
Sob o ponto de vista das transportadoras, a realização de mais entregas em menos tempo representa um aumento significativo na produtividade. Isso quer dizer que mais clientes podem ser atendidos, minimizando, assim, o prazo de lead time.
Esse é um indicador essencial para garantir a satisfação dos clientes e obter maior fidelização.

Proporciona a agilidade das entregas
A área de transportes depende de prazos para processar pedidos, expedir a carga e realizar a entrega. Portanto, é vital que as empresas disponham de soluções capazes de minimizar os períodos de entregas.
Como o setor ainda depende do modal rodoviário para a distribuição de mercadorias é recomendado planejar a rota com antecedência para evitar problemas no decorrer da viagem.

Reduz custos de entrega
Na operação logística, o aumento dos custos deve ser combatido em todas as etapas do processo. Afinal, esse fator interfere diretamente com a lucratividade do negócio e a política de preços de frete.
A principal economia com a roteirização está no total de quilômetros rodados, o que diminui os gastos com combustível. Além disso, há também a redução dos gastos com manutenção da frota, pois previne o seu desgaste excessivo.

Aumenta a segurança
Não podemos deixar de mencionar que a roteirização faz parte da atividade de monitoramento de veículos. Por isso, o planejamento prévio da rota em conjunto com sistemas de rastreamento fornece a localização do veículo e da carga em tempo real.

O comportamento dos motoristas na direção também é modificado, pois cada parada é traçada com antecedência, o que previne curvas bruscas, excesso de velocidade e desvios na rota.
Ao final deste texto fica claro como os sistemas de roteirização podem ser um diferencial para garantir a qualidade dos serviços prestados e conquistar novas oportunidades.