A indústria indo muito mais além da fabricação dos produtos, é preciso inovar.

Foram se os dias em que a proposta de valor de produção industrial era relativamente simples: os fabricantes industriais fabricavam os produtos e os entregavam. Agora, o trabalho dos fabricantes não termina com a entrega. Impulsionados por clientes cada vez mais exigentes e apoiados pela ampla adoção da Internet das Coisas (IoT) e do crescente poder do machine learning e da inteligência artificial, os fabricantes industriais estão desenvolvendo novos recursos para rastrear grandes volumes de dados gerados por milhares de dispositivos e ajustando o serviço de acordo com as circunstâncias.

 

Eles precisam ter capacidade de resposta e adaptação em tempo real e estar sempre disponíveis. Em suma, a simples fabricação de um excelente produto deixou de ser suficiente. Os fabricantes industriais precisam ser capazes de colaborar com os clientes, desde a descoberta até o design, o serviço e muito mais.

 

Para assumir o lugar na economia da experiência, o setor de maquinário e componentes industriais precisa adotar uma transformação radical na empresa, orientada pela adaptação de mudanças técnicas, culturais e organizacionais.

 

Por que as Indústrias precisam se transformar digitalmente?

Porque os clientes exigem os serviços necessários à medida que passam pela própria transformação com provedores de serviços totalmente digitais, e os clientes deles exigem o mesmo. O resultado é uma mudança substancial no modo como os fabricantes industriais devem se aproximar e interagir com os clientes para garantir a experiência ideal em cada ponto de interação. O caminho daqui em diante é transparente e complexo. Exige um olhar atento às forças externas e foco total nas prioridades estratégicas internas. Externamente, o mundo enfrenta enormes desafios sociais, econômicos e ambientais que prometem remodelar o cenário industrial. Ao mesmo tempo, as expectativas do cliente estão aumentando, a transformação digital continua apresentando desafios organizacionais, a concorrência surge de origens inesperadas e a globalização dos mercados e dos talentos requer novos níveis de flexibilidade. Empresas bem sucedidas estão focadas em cinco prioridades estratégicas:

  • Manter o foco no cliente
  • Atender o segmento individualizado
  • Adotar produtos e soluções digitais inteligentes
  • Implementar a cadeia de suprimentos digital e a fábrica inteligente
  • Desenvolver modelos de negócios baseados em serviços.

Entenda o futuro das Indústrias para os próximos cinco anos e as vantagens de ser uma Empresa Inteligente.

Estima-se que até 2025, mais da metade das receitas dos fabricantes industriais virão dos serviços. Esses serviços serão prestados em qualquer parte do mundo e terão como base produtos altamente personalizados e digitalizados. Eles vão abranger tudo, desde os simples serviços de reparos até os modelos mais complexos de resultado como serviço e a monetização de ativos de dados.

 

As empresas que adotam plenamente o conceito de Empresa Inteligente na economia da experiência, ou seja, aquelas que podem integrar processos anteriormente isolados, tecnologias inteligentes e segmentos de dados do mundo real das experiências de clientes e colaboradores, vão assumir a liderança. Essas empresas vão executar processos integrados e automatizados, que sejam transparentes e conectados ao mundo real. Elas vão conversar com as máquinas na fábrica, com os produtos criados, interagir com as pessoas e estar ciente de tráfego, tempo e opiniões e feedback dos clientes.

 

Essa conexão com o mundo real permite que os processos de negócio tomem decisões inteligentes de modo autônomo. Eles vão prever e solucionar criativamente os problemas antes que alguém perceba. A automação dessas decisões vai liberar as pessoas do trabalho repetitivo para que se concentrem mais nas tarefas de alto impacto.

 

Em suma, os vencedores serão as empresas com maior foco no cliente. Serão aquelas comprometidas com a própria transformação digital para viabilizar a transformação de seus clientes. Essas empresas promoverão uma mudança radical no modelo de negócios ao pensar em vida útil, desempenho e uso, exatamente como os clientes.

 

Continue acompanhando nossos artigos.

3 dicas para reduzir os custos na gestão de transportes do seu negócio

Gerir adequadamente os transportes do seu negócio se torna, hoje, uma atitude indispensável para quem busca não apenas reduzir os custos, mas também obter crescimento. A gestão de transportes eficiente está diretamente relacionada a objetivos como aumento da satisfação do cliente, fidelização do consumidor e produtividade operacional.

Ciente, no entanto, que muitos dos gestores encontram dificuldades para reduzir os custos na gestão de transportes do seu negócio, elaboramos este conteúdo para apresentar três dicas que podem lhe ajudar.

Confira!

1. Conte com um sistema de gestão de frotas

Pegar caminhos errados ou caminhos com obstáculos é algo bastante comum no universo de quem conduz veículos, seja urbano (coletivo, por exemplo) ou voltado para a entrega de cargas. É algo que pode ocorrer até mesmo com o mais experiente dos motoristas.

Então, para resolver esse problema e, assim, evitar gastos, a sua empresa pode adotar um sistema de gestão de frotas, que a permita criar uma rota antes do condutor do veículo sair para as ruas.

Geralmente, um sistema de roteirização moderno é capaz de garantir o caminho mais rápido e econômico, fazendo assim com que o motorista de sua empresa alcance o seu objetivo, que pode ser entregar uma carga ou levar um grupo de pessoas para certo destino. Além disso, o sistema de gestão de frotas permite o monitoramento de veículos, garantindo a você, maior controle.

2. Conte com uma tecnologia de gestão (geral, com várias funções)

Outra coisa que pode fazer para garantir a eficiência da gestão de transportes de sua empresa é adotar uma tecnologia de gestão, que permita a você muito mais que traçar rotas, mas fazer a administração financeira do setor.

Hoje em dia, a maioria das empresas destina um orçamento próprio para cada setor, dentre eles o de logística, que fica responsável, geralmente, pela gestão de transportes. Ao contar com uma tecnologia de gestão, é possível acompanhar como esse orçamento está sendo utilizado, de acordo com o que foi planejado ou não.

Com base nessa informação, a sua empresa pode tomar decisões capazes de fazer com que tal setor se torne mais eficiente e econômico, destacando-se.

3. Faça a manutenção preventiva dos veículos

É dever do setor de logística de uma empresa zelar eficientemente pelos veículos que ela possui, os quais são geralmente utilizados para escoar seus produtos ou realizar o transporte de pessoas, que podem ser funcionários ou cidadãos comuns.

É papel de tal departamento também promover a manutenção preventiva, que tem como principal objetivo, entre outros, garantir que a empresa reduza custos com potenciais gastos que podem decorrer de um problema ainda maior em relação aos veículos.

A manutenção preventiva é uma alternativa econômica e eficaz, que pode garantir que a empresa não só funcione adequadamente, ou seja, com eficiência operacional, mas que reduza custos.

O que achou deste conteúdo? Esperamos que ele tenha facilitado mais o seu dia a dia, sobretudo, com relação à gestão de transportes eficiente e econômica.

Para ler outros como este, não deixe de acompanhar as publicações em nosso blog, combinado? Nele estamos sempre publicando conteúdos que podem tanto enriquecer seus conhecimentos, como potencializar sua gestão de logística.

IoT ESTA REVOLUCIONANDO O MERCADO

 

A ThoughtWorks, consultoria especializada em tecnologia, acaba de lançar uma nova publicação. A publicação é o resultado de encontros realizados duas vezes ao ano pelas equipes da empresa para discutir ideias sobre novas tecnologias, desenvolver, pesquisar, testar e melhorar softwares. A edição mais recente, a 18ª, realizada em março, em Sidney, na Austrália, teve como destaque a internet das coisas (IoT, na sigla em inglês).

 

Internet das coisas é a internet que conecta  objetos e permite que eles se comuniquem entre si: câmeras de segurança, smartphones, smart TVs, videogames, sistemas de iluminação, máquinas industriais, carros e assim por diante. A rigor, qualquer equipamento pode ser conectado a ela. Trata-se de um conceito com aplicações nas mais diversas indústrias e que vem ganhando espaço rapidamente. Entre as novidades, começam a chegar ao mercado  geladeiras interconectadas ao celular para controle de temperatura, sistemas de som, lâmpadas com bluetooh, alarmes de incêndio a um toque de distância, máquinas de lavar que podem ser programadas à distância, portas com QR code, portões e sistemas de irrigação programáveis.

 

O tema é relevante para o atual cenário. A adoção de IoT em pequenas, médias e grandes empresas — ou indústrias —, gera maior produtividade, otimiza o tempo e, apesar do custo elevado de adoção, permite redução das despesas no longo prazo. Um exemplo vem do Reino Unido. Lá foi desenvolvido um sistema de monitoramento de vacas produtoras de leite por meio de um colar com sistema IoT, que ajuda os produtores a preverem com precisão a produção de leite para cada ano. Estes colares possuem um sensor sem fio que transmite dados sobre a saúde do animal e a quantidade de leite que está produzindo. Os dados ajudam os produtores a identificar vacas doentes o mais rápido possível e, assim, a maximizar a produção. A aplicação da tecnologia também permite a redução drástica do uso da mão de obra humana.

 

A consultora de desenvolvimento de softwares em IoT da ThoughtWorks, Desiree Santosafirma que a barreira entre o físico e o digital está se desfazendo cada vez mais rápido, e a interconexão destes mundos “é inevitável”. Ainda que leve algum tempo, o movimento na direção da interconexão é inevitável. “China e Alemanha são pioneiros, com alguns setores mais concentrados. Em países como o Brasil, as coisas estão andando um pouco mais devagar. Ainda há barrerias, inclusive culturais, a serem vencidas. Mas a tecnologia veio para ficar e as opções de aplicação são quase infinitas”, afirma.

 

IoT no Brasil

No Brasil, diz Desiree, a cultura de inteligência artificial está caminhando. Um dos empecilhos, porém, é o preço ainda elevado para pequenas e médias empresa, afirma. “Toda nova tecnologia é cara”, diz. “Com o passar do tempo, porém, o número de fornecedores tende a crescer, com concorrentes criando formas diferentes de produzir. O que acabará reduzindo os preços e ampliando o leque de possibilidades”, diz.

A transformação digital como aliada nos processos logísticos das empresas

Em meio ao fluxo de inovações tecnológicas que surgem constantemente no mundo, não dá para discordar que estamos vivendo em uma era completamente digital. O futuro já chegou e está impactando diversas áreas da nossa vida, inclusive a profissional. Essa transformação digital tem uma grande influência dentro das empresas, principalmente na logística. A automação dos processos produtivos é uma realidade que, cada vez mais, invade as organizações ao redor do mundo.

Alguns dos benefícios que a tecnologia proporciona para que as empresas tenham bons resultados com mais agilidade são:
– Aumento da produtividade;
– Redução de custos;
– Segurança nos resultados.

O século XXI está abrindo portas para novas possibilidades e esses sistemas inteligentes estão modificando os processos de muitas empresas. A integração dos setores é um desafio, mas com o planejamento certo, é possível traçar um plano de ação bastante eficiente para a logística.

O que é transformação digital?
A transformação digital é processo de integração dos procedimentos da empresa e a tecnologia. Com os avanços tecnológicos, o mundo corporativo precisou se adaptar às novas demandas e encontrar maneiras de acompanhar as mudanças na sociedade.

Um novo mercado surgiu, assim como novos perfis de consumidores mais exigentes e questionadores. A cultura organizacional da empresa também precisou se reinventar para combater a forte concorrência e modelos tradicionais.

Entre suas aplicações na área de logística, podemos citar:
– Inteligência Artificial (IA);
– Ciência de dados;
– Softwares e aplicativos para organização;
– Sistemas operacionais de integração das atividades;
– Entre outros.

Por que a transformação digital é importante para a minha empresa?
O principal objetivo da transformação digital nas empresas é otimizar processos para que as equipes sejam mais produtivas de maneira organizada.

Hoje em dia, as pessoas buscam por empresas que ofereçam mais do que apenas um produto ou serviço de qualidade. A experiência de compra é extremamente valorizada, por isso é importante ter estratégias eficientes para que o seu negócio se destaque.

É realizando a transformação digital da logística na sua empresa que é possível modernizar o processo de produção, diminuir os erros e retrabalhos, investir em um ótimo custo-benefício, aumentar a eficiência da equipe, integrar os setores e manter-se sempre à frente da concorrência.

Como a transformação digital impacta os processos das empresas?
Um dos principais impactos tecnológicos nas organizações é a integração das equipes e dos setores. Uma gestão em sintonia consegue apresentar resultados mais satisfatórios, já que o compartilhamento de informações, por meio de sistemas operacionais, facilita o aprimoramento das equipes.

A tecnologia também simplifica a gestão dos processos. A partir da automação, é possível ter bons resultados sem grandes esforços e em um período curto. Assim, os gestores conseguem manter o foco em outros detalhes do negócio.
Outra aplicação diz respeito aos transportes. As ferramentas tecnológicas conseguem monitorar em tempo real os veículos de transportadoras, verificando suas condições e desempenho.

O monitoramento em tempo real também pode ser utilizado para gestão do estoque. Esses sistemas operacionais ajudam a controlar as entradas, saídas e localização dos itens, por exemplo.
Para incluir a transformação digital na sua empresa com êxito, é preciso ter um bom planejamento e analisar o mercado, investindo naquilo que faz sentido para o que o seu negócio necessita.

Gostou de saber como a transformação digital impacta os processos logísticos de uma empresa? Então, entre em contato conosco para conhecer nossos serviços.